cos-01-twerking-de-67819991

Dançarina burlesca interpreta Beethoven com a bunda

em outubro 21 | em Música | por | com 29 Comments

cos-01-twerking-de-67819991

Comprovando que a música não precisa ser um lixo para ter um belo bumbum balançando para ela, a dançarina burlesca Michelle L’Amour fez uma apresentação em Chicago misturando música clássica e erotismo.

Ela interpretou a “Quinta Sinfonia” de Beethoven com sua bunda!

O mais sensacional do vídeo é ver que a sensualidade, o bom humor e a inteligência podem muito bem andar juntos. Fica a dica! Confira essa busanfônia:

Fonte: Cosmopolitan

Pin It

Posts Relacionados

  • Wes, o Atenuador de Solidões
  • http://outroblogdeputaria.tumblr.com/ Sr. Efe – O comportado

    É uma bela bunda.

  • F.

    “TESÃO” é a palavra que define. Foda.

  • The Gamer

    Cara, massa uma bunda gostosa… Mas sei lá, me deu um prensamento de dantesco ao ver gente rindo de uma mulher nua, interpretando/ironizando clássicos com a bunda. Algo bem demoníaco.

  • Felipe Maricato Moura

    O Ode ao rabo

  • Franco Auriemma

    Bravooo!

  • http://yurivieira.com/ Yuri Vieira

    E ela ainda vira a página da partitura! =B^)

  • Rá!

    Miley Cyrus comentou: Fiquei com inveja deste twerk!

  • Edison Reis

    Inspirado no Funk carioca.

  • Carlos Henrique

    Como eu costumo dizer… é um rabo de responsa!

  • jose luiz

    Não vi balançar. mais valeu a criatividade.

    • Djalma Reis

      *mas

  • Julio

    Mesmo? Bom Humor? Mesmo?
    Isso teria graça se fosse uma vinheta.
    3 minutos de gente gritando como crianças que nunca viram uma bunda é chato bagarai.
    No final só vale pela bunda, e eu consigo dizer 700 coisas mais excitantes para uma bunda fazer que imitar Beethoven

    • Antonio Carlos

      Olha Julio não costumo comentar mas, sem ofensas, prefiro uma dela imitando Beethoven do que as 700 suas.

      • Julio

        Bom, dada sua interpretação de texto ao achar que a bunda seria minha, não me espanta em nada você cair nessa Antonio Carlos.
        Boa ‘p*nheta culturar’! Afinal para mais que isso não serve

        • Antonio Carlos

          Como esta “magnifica” interpretação de Beethoven trata-se de uma brincadeira, respondi a uma possível brincadeira sua. Quem interpretou errado foi você logo, não se espante, não cai nessa e em nenhuma outra. Como tinha dito, não costumo participar ou responder estas brincadeiras, sempre corremos o risco de encontrar pessoas como você.
          Em 03/11/2013 12:10, “Disqus” escreveu:

    • Saraiva

      CALA A BOCAAAAA, SUA BICHAAAA!

  • Rosana

    gente a bunda dela é igual a minha…parece gemeas…kkk

    • Juan Mitt

      Só acredito vendo, Rosana!

      • Ale

        kkkkkkkkkkkk………..

    • Rodrigo

      Eu duvido! Prova!

  • Marcos Arruzzo

    isso que é uma CUreografia!!!!

  • Adilson Alves Do Nascimento Na

    que bundão

  • Caio Roberto

    MAUshausuausausuUAHS tudo bem mano a mina é gata mais pqp que merda é essa

  • http://memoriasdaliravelha.blogspot.com/ Marcos Satoru Kawanami

    O talento, quando abunda, raramente é reconhecido de imediato, devido ao acuamento que provoca no púbico; e a alma do artista, muitas vezes, desbunda para um estado meditabundo, que só se reanima com uma rotunda e profunda aceitação do púbico, quando do enraizamento da obra do tal artista nos anais da cultura do seu povo, e de cabo a rabo.

  • Marina Patalano

    Como entusiasta do Burlesco e fã da performer, fico feliz de ver o assunto discutido mesmo que breviamente em mídias tupiniquins. Tenho um grupo chamado Rio Burlesque no Facebook e ministro Workshops no mesmo tema. A cena burlesca em São Paulo e no Rio ainda é pequena, mas precisa crescer, e agradeço ao autor da matéria por ter falado com respeito e ter mencionado a genialidade da perfomance. Só estamos acostumados a ver Dita Von Teese e o lado clássico com penas e boás, e este número representa o neo-burlesco que é tão vivo e atual, e tende a crescer do que depender de muita gente. Só precisamos de público. Espero por outras publicações.

  • Josias

    Marxismo cultural

  • Priscila julia

    Gostei não. O foco ficou na bunda, mas alguém reparou que ela esta acompanhando lendo a partitura. Isso pra mim é mais emocionante. Decifrar todos aqueles pontinhos e contrair e relaxar os músculos da bunda em harmonia. Ela é gênial!

  • http://5coisas.org/ André

    Que beleza em!

« »

Contraudição

Scroll to top